Pedaços de Mim

 

Pedaços de Vida, Paridos, Sentidos, Vividos



Textos


DE VOLTA A INFANCIA


Penso que vou pedir muito
Mas sonhar nunca é demais,
Preciso me agarrar ao sonho 
Do que passou nao volta mais
 
Queria de novo a infância
Que ha tempo ja me fugiu,  
Poder ser denovo criança,
Pensar que nada sumiu
 
Queria crer no faz de conta
Queria a rua de pedrinha
Redondinha e brilhante
E brincar de Amarelinha,
 
Correr, gargalhar, como antes.
Deixar para traz a tristeza
Queria toda aquela magia
Que só pra criança é certeza

 

Poder deixar de ser grande!
Escutar os sinos tocando
Sentir o cheiro das  flores
Ver passarinhos voando

 

Abraçar os amigos distantes
Que a muito não vejo mais...
Nem todo o tempo do mundo
Fará que os esqueça jamais!
 
Na noite bem estrelada
Olhar para o céu e enxergar
Aquela mesma estrelinha
Que a noite vinha me piscar

 

Queria a alegria de minha mãe
com cada irmão ao meu lado...
Queria matinê de domingo
Onde ia com o namorado

 

Eu sei não precisa dizer
Que meu sonho tanto faz
Se não é possível então quero,
Um mundo de amor e de Paz.


Publicada no Pspcyber poesias sob o registro nº 25d1997b

JANINHAMELL
Enviado por JANINHAMELL em 09/01/2011
Alterado em 14/11/2021


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras